História

Há 20 anos no mercado, a marca se destaca não por sua quantidade de lojas com vitrines arrasadoras, nem mesmo por ter um espaço grande cheio de manequins com fotos gigantes na parede de modelos na com suas lingeries ou um cenário marcante onde as pessoas podem entrar e encher os olhos, muito menos dentro de shopping, e se você pensou que está também em alguma cidade grande, se enganou. Então o que fez esta marca sobreviver por 20 anos, passar por tantos problemas políticos, crises, desvalorizações, problemas internos e outros tantos problemas de uma empresa? Sua cultura! isso mesmo. Leyse é uma empresa com uma cultura que já foi deixada por muitos empreendedores e grandes empresas, porém ainda continua sendo um pilar bem estável para sua forma de negócio. Embora compita com empresas grandes, a marca se mantém estável por que foca sua cultura em: qualidade, atendimento personalizado a cada cliente, transparência e honestidade.

Claro que não foi apenas as virtudes bem executadas que fizeram a marca permanecer no mercado, afinal podemos ver grandes empresas bem administradas quebrarem do dia para noite por situações raramente previstas como crises globais, epidemias ou até mesmo a forma de politica do país, como um imposto cortado ali e outros acrescentados aqui, e que mudam todo cenário de atuação levando muitos à falência. É o caso de muitas empresas de calçados na cidade de Franca, interior de São Paulo, quando a política externa brasileira mudou com relação a impostos em produtos asiáticos e isso afetou completamente a capacidade de competir levando o maior polo calçadista brasileiro na época a se reinventar, se espalhando para cidades por todo o país e deixando a cidade com uma quantidade absurda de famílias inteiras desempregadas. Foi aí que Franca que já era uma cidade empreendedora, com empresas como Magazine Luiza, Franca Baquete (Seleção que representou a seleção Brasileira de Basquete em Campeonatos mundiais) e outros pequenos negócios se tornou uma geradora de novas ideias, startups, pequenos negócios e sede de várias universidades na época. Foi neste cenário que a marca Leyse estava se fortalecendo e foi esse um dos motivos que fez a Dona Eniz, a costureira da marca e proprietária a manter como pilar de sua empresa, costumes como vender porta a porta através de revendedoras, e continuar costurando suas lingeries sob medida para as clientes que entravam em sua loja.

Eniz. Proprietária de Leyse Lingerie

Desta forma a empresa não seguiu o caminho comum de abrir mais lojas e investir em estruturas maiores, devido ao cenário vívido na época, ela estrategicamente preferiu atender de modo personalizado as suas clientes, garantindo assim a estabilidade da empresa e evitando falir como as empresas calçadistas na época e também outras empresas que dependia da economia da cidade.

Ao longo de duas décadas a empresa se manteve estável nesse formato, fazendo costuras sob medida para clientes e foi assim que se fortaleceu porque ofereceu e ainda oferece um serviço diferenciado. – “As clientes vem aqui e precisam de um sutiã maior e calcinhas menores e geralmente os conjuntos normais não são assim, ou são apenas G ou P. Com elas aqui eu posso realizar as medidas necessárias para confeccionar um conjunto perfeito” Diz Eniz.

Hoje a empresa, além de confeccionar produtos sob medida, também fabrica modelos com formatos padrão e de diversos tecidos e cores, sempre com matéria prima de qualidade através de fornecedores de todo brasil.

Em nosso site você pode encontrar novas coleções exclusivas vendidas só aqui! E também temos conjuntos de várias cores sempre à venda, vá lá e garanta o seu!

Não se esqueça de se inscrever em nossa newsletter para garantir que receba informações de novas coleções assim que forem lançadas exclusivamente em nosso site!